Divulgar a fuga de um animal por e mail, sites e Face ajuda, mas alguns donos acham que só jogar na rede é suficiente.

O trabalho de campo é muito importante também.

*Distribuir cartazes em pet shops, lojas de produtos p/ animais e clínicas veterinárias da região. Muitas pessoas que acham animais procuram estes locais.

*Colar cartazes nos postes, divulgar em padarias, farmácias, bancas de jornal, pontos de taxi, postos de gasolina, mercados...

*Faixas nas ruas tem alto poder de divulgação, mesmo que a prefeitura tire depois de um dia ou dois, muitas pessoas vêm.

*Os carros de som também têm sido muito eficientes para achar animais perdidos.

*Mutirão com folhetos e megafone também ajudam bastante, as pessoas podem deixar os folhetos nas caixas de correio das casas do bairro e caminharem distribuindo p/ pessoas da região.

*Anunciar em jornais do bairro.

*Deixar cartazes nos CCZs da cidade e ir de tempos em tempos nestes locais.

*Contratar detetives que procuram animais.

*Divulgar por mail e pelo Face para parentes, amigos, vizinhos, colegas de trabalho, Ongs e protetores de animais.

*Anunciar em sites de animais perdidos.

Obs: Colocar no anúncio, foto ou descrição do animal, cidade, estado, bairro, dia, mês e ano da fuga do animal, contato do dono como Face, e mail e celular do dono com código da cidade e operadora. Colocar GRATIFICA-SE. Não colocar valores.

Ao receber ligações, o dono deve marcar encontro num local movimentado e ir acompanhado se possível em dois carros um ficando afastado observando.

A persistência dos donos é fundamental, distribuir os anúncios semanalmente ou quinzenalmente, pois muitos animais são achados depois de muitos meses e até anos.

Topo